Experiência Gastronômica em Paris-Parte 11 : SaladaCorporativa – Serviços de coaching, aconselhamento e transição de carreira.
A+ | A-

Experiência Gastronômica em Paris-Parte 11

A sequência de textos “Experiência Gastronômica em Paris” é de autoria de Mônica Pereira.

10/10/2010

Uma pena sair de Paris…já acordei com saudades. Dei uma corridinha na Champs-Elysées bem cedo e fui arrumar as malas. Depois tinha 1h30m até chegar o taxi, então fui dar uma voltinha na Rive Gauche, o dia estava lindo. Assisti um pedaço da missa na Chapelle de La Médaille Miraculeuse e aproveitei para levar umas medalhinhas de lembrança. A igreja estava lotada!

Depois subi a rua até o Sena, pela Rue Du Bac mesmo. Domingo estava quase tudo fechado e meu objetivo era tomar café na Eric Kayser, mas no caminho vi várias lojinhas interessantes (nada muito turístico) e uma Pâtisserie linda! Chama-se La Pâtisserie des Rêves….e realmente dá para sonhar com ela! Comprei uma Madeleine e um Financier, mas tinha tanta coisa gostosa…. Nada salgado, mas tinha brioches folhados, umas coisas lindas de pães, nunca tinha visto antes! A fila estava grande, as pessoas estavam comprando tortas e doces para o almoço de domingo. Tirei uma foto da fachada….uma gracinha de loja!

Continuando a subir a rua, estava a Eric Kayser e entrei para tomar meu café da manhã. Os sanduiches eram enormes, comprei um de Brie com salada verde. Estava divino….O pão faz toda a diferença.

Continuei subindo a rua e logo estava o Rio Sena, tinha uma corrida de rua passando, não sei se era maratona, mas pelo físico dos corredores devia ser no máximo 10 km…não tinham cara de corredores de maratona.

Desci a Tuileries e fui pra casa a pé. O motorista me levou até a Gare Du Nord e peguei o trem para Bruxelas. Chegando lá o outro motorista estava me esperando para ir a Aalst, cidade próxima da fábrica da Barry Callebaut. Cheguei ainda claro e a recepcionista do hotel me disse que era melhor eu jantar fora pois o restaurante do hotel não abre aos domingos. Fui dar uma volta na cidade e fiquei assustada! Parecia cidade fantasma, um vento frio…e absolutamente ninguém na rua. Achei uma Pizza Hut e achei melhor entrar ali mesmo. O restaurante até que tinha movimento. Tomei uma sopa de cogumelos com torradas de alho e só!

Mônica Pereira

Print Friendly
Facebook Twitter Plusone Linkedin Email
Comentar

*

TV Salada

No items
whatsapp for pc free xbox live codes free psn codes horoskopi ditor elliptical machine igrice