A+ | A-

Mochilando Pelo Mundo

Fred e Letícia têm 31 anos, são administradores e mudaram-se para São Paulo em 2005 levados pelo trabalho. Nos últimos dez anos, Fred trabalhou como consultor de estratégia, tendo iniciado a carreira em Belo Horizonte e Letícia atuou na área de Recursos Humanos de uma grande empresa de telecom, tendo iniciado essa trajetória ainda no Rio de Janeiro.

Conheceram-se em 2007 e casaram-se dois anos depois. Em 2010, decidiram mochilar pelo mundo. A viagem teve início em fevereiro de 2011 e só terminará em fevereiro do próximo ano.

Como adoro viajar e conhecer lugares diferentes, não foi nada difícil me apaixonar pelo projeto de Letícia e Fred quando soube dele no ano passado.

A aventura desse casal me fez uma seguidora do Blog Mochilando Pelo Mundo. O despreendimento, a alegria, as reflexões  e a leveza como escrevem e as fotos incríveis que publicam me fizeram uma fã deles. Fico curiosa para saber em que parte do mundo estão, quais as curiosidades que contarão da cultura e dos locais por onde passam e quais serão os próximos passos deles .

Por isso, fiz um convite pelo Facebook para a Letícia: será que topariam dar entrevista para o Salada Corporativa? Eles toparam e numa parada em Johannesburg antes de seguirem para a China, responderam algumas curiosidades que tinha sobre o projeto deles. Afinal, o que levaria um jovem casal a tomar uma decisão de mochilar pelo mundo por um ano? Qual seria o propósito deles?

Leiam abaixo um pouco da história dessa aventura contagiante!

Monastério, Petra

Como e quando surgiu a decisão de Mochilar pelo Mundo? Por que mochilar pelo mundo? Quais são os objetivos com a viagem?

Nós sempre gostamos de viajar, de entrar em contato com novas realidades e modos de vida. Viajar é uma forma de ampliar os horizontes e desenvolver novas perspectivas sobre o que nos cerca e sobre nós mesmos. Sair pelo mundo era um sonho alimentado pelo desejo de conhecer mais e de ter mais tempo em cada lugar para absorver melhor as experiências.

Mas, era isso: um sonho. Foi quando soubemos que existia uma passagem aérea de volta ao mundo. Movidos pela curiosidade, buscamos na Internet e descobrimos as histórias de outras pessoas que haviam seguido por esse caminho.

Gente como a gente, com recursos limitados compensados com disposição e desprendimento. Então, era possível. No fundo, não havia nada que nos impedisse de ir que não pudesse ser tratado. A verdadeira questão era tomar a decisão e encarar sem medo os desafios inerentes. Isso foi uma estalo e em poucos dias estávamos determinados a partir.

Planejar a viagem é que levou mais tempo. A decisão foi tomada em abril de 2010 e embarcamos 10 meses depois. Foi o tempo de entregar projetos no trabalho, terminar pós-graduação, ampliar as economias e preparar-se para a empreitada.

Admirando o sol nascendo no alto da Duna 45, Namíbia

Quais foram as barreiras que enfrentaram para colocar o projeto de vocês em prática?

Viajar durante um ano, completando uma volta ao mundo é um projeto complexo. Primeiro, tivemos que compreender que mesmo dispondo de muito tempo, era preciso fazer muitas escolhas. E, para embasar essas escolhas, pesquisar bastante.

Porém, logo vimos que, nessa fase, os maiores desafios não diziam respeito ao que estava por vir, mas ao que deixaríamos para trás. O que fazer com o carro, com a casa, com os empregos? Deixar a vida em ordem e abrir mão da segurança e do conforto do que já havíamos conquistado. A maior barreira é o apego. Trocar o chão firme por uma proposta arriscada e ousada.

Ouvimos muitas vezes que fazer isso seria loucura. Mas, para nós, loucura seria não ir, abdicar do sonho. O maior obstáculo que poderíamos ter nos colocado seria não crer em nossa capacidade de refazer a vida na volta. Uma vez em que isso estava superado, todo o resto pôde ser resolvido com uma boa dose de dedicação.

Quais foram os principais aprendizados de vocês até agora? O que essa experiência contribuirá para a carreira de vocês no futuro?

Viajar no estilo em que estamos fazendo não é como comprar um pacote turístico. Não se trata de apenas relaxar e curtir a vida. Lidamos diariamente com o desconhecido e o inesperado. Nossa rotina é uma permanente busca por informações que possam enriquecer nossa experiência e minimizar riscos.

Nem sempre é simples deslocar-se, encontrar um lugar para dormir ou relacionar-se com culturas completamente diferentes da nossa. Nem sempre existe uma língua comum para nos comunicarmos e nem todos os lugares são igualmente receptivos aos viajantes. Planejamos os passos, mas temos que lidar com as frustrações, as mudanças de planos e os problemas que inevitavelmente surgem.

Há muitas conquistas e, por trás delas, alguns leões que temos que enfrentar para poder seguir. Foi preciso aguçar o espírito empreendedor, refinar a atitude diante do risco e das dificuldades e entender melhor a visão de mundo de outras pessoas.

Não podemos nos intimidar diante da complexidade do desafio e temos que continuar a construir nosso próprio caminho a cada novo dia. Nosso maior aprendizado é fazer isso mantendo a alegria e a vibração, encontrando prazer também nas quedas – que nos ensinam lições – e nas incríveis lembranças que estamos acumulando para toda a vida.

Chegada ao topo da montanha pra ver o pôr do sol em Sptitzkoppe, Namíbia

Quer conhecer mais sobre esse casal de “mochileiros” e acompanhar suas aventuras?  Visite o blog Mochilando pelo Mundo!  Recomendo muito!  As fotos e o texto são maravilhosos. É  quase como viajar um pouquinho também…

Letícia e Fred: parabéns por irem atrás de seus propósitos e viverem intensamente o que desejam!

Encontro vocês na próxima parada, via Facebook infelizmente :)

Um grande abraço

Joseana Pereira

Print Friendly
Facebook Twitter Plusone Linkedin Email
Comentários
to “Mochilando Pelo Mundo”
  1. Amanda Monteiro disse:

    Parabéns à Joseana pela entrevista com o casal! E um grande abraço cheio de saudades ao Fred e à Letícia, meus amigos queridos.

    • Olá Amanda, eu adorei ter entrevistado esse casal tão querido e corajoso! Fico feliz que tenha gostado da entrevista e espero que nos visite sempre!
      Um grande abraço. Joseana

Comentar

*

TV Salada

Entrevista com Accioly Lopes - Parte 3 - Salada Corporativa

Entrevista com Accioly Lopes - Parte 3 - Salada Corporativa

Acesse a TV Salada no YouTube: Entrevistas, Eventos e Dicas de Lazer como você nunca viu!