Liderança integral: um novo e velho amigo – parte II : SaladaCorporativa – Serviços de coaching, aconselhamento e transição de carreira.
A+ | A-

Liderança integral: um novo e velho amigo – parte II

Como estávamos dizendo no post anterior sobre esta velha novidade a busca do líder integral está relacionada ao ato de equilibrar o EU e o EGO em uma tríade de focos:

Foco nas tarefas: Conhecidos e constantemente procurados, os resultados tornam-se a vida uma busca frenética pelas realizações;

Foco nas pessoas: que diferencia e destaca os bons líderes que são os relacionamentos interpessoais; (Atenção especial a estes dois pontos que só podem ser trabalhados através de uma liderança participativa);

Foco no topo: manter a conectividade que gera o mundo informacional que vivemos.

Não há como liderar sem se preocupar consigo mesmo, confiando no seu potencial e dando bons exemplos. Junte a isso, em sua receita rumo ao sucesso, aqueles que estarão ao seu lado, liderando com você através de um processo motivacional constante. A necessidade de liderar o OUTRO é saber se relacionar com pessoas de forma mais participativa possível e motivadora. Só assim conseguirá ver o TODO tendo uma visão de águia e adquirindo a capacidade de conectar todo o universo a sua volta e ao seu interior.

=

A liderança integral é  um exercício constante da arte da convivência. É um processo desenvolvido com maestria. É o que se faz, sente, trabalha, enfim o que se vive. Não dá para descartar nenhuma etapa da vida ou procurar aprender técnicas para desenvolver em alguns meses esta integralidade. Como a vida de todo ser humano, a vida do líder integral começa pela infância. Neste momento da infância do profissional é o interesse e desenvolvimento de tarefas, técnicas e domínio conceitual da teoria que gere a vida profissional. Todos passam por esta etapa, mas grande percentual de colaboradores se mantem nesta etapa. Alguns evoluem para a maturidade e, além de manter as preocupações da infância, começa a se voltar para o interior. Inicia-se um processo motivacional e de confiança na busca de interesse pelo outro também.  São os grandes líderes que temos no mercado. Ainda uma fatia pequena. Menor ainda é os que alcançam a sabedoria, com foco nas tarefas e pessoas, mas com mais participação, acesso ao seu interior e a consciência. Estágio único e alcançado apenas por mestres e gurus. Eles passam a fazer tudo, com estado de liderança integral, guiado de muita maestria.

 

“O bem é se ocupar com a causa do futuro, sem se preocupar com o futuro da causa”.

Aforismo recebido em sonho no dia 01/05/2012 – Wanderlei Passarella na dedicatória do livro: “O despertar dos líderes integrais”

Print Friendly
Facebook Twitter Plusone Linkedin Email
Comentar

*

TV Salada

No items
whatsapp for pc free xbox live codes free psn codes horoskopi ditor elliptical machine igrice