Currículo mal escrito faz muito mal à carreira : SaladaCorporativa – Serviços de coaching, aconselhamento e transição de carreira.
A+ | A-

Currículo mal escrito faz muito mal à carreira

Currículo mal escrito faz muito mal à carreira

Cuidado! Erros no currículo podem minar as suas chances.

A elaboração do currículo é uma dúvida recorrente entre nossos clientes. O seu está em dia com a gramática? Suas experiências estão registradas em ordem cronológica e respeitando a concordância verbal? É melhor que sim, caso contrário sua candidatura à vaga pode ser descartada antes mesmo de você receber a chance de conversar com os recrutadores.

É isso que aponta uma pesquisa realizada pela Robert Half. Segundo ela, no que diz respeito ao recrutamento de altos executivos, para 46% dos gestores bastam dois erros para que o candidato seja desclassificado.

Entre os escorregões mais comuns, estão citados erros de concordância, ordem cronológica imprecisa e repetição das datas. Essa primeira impressão seria bastante negativa e prejudicial à sua carreira, então o ideal é prestar atenção redobrada e revisar o CV mais de uma vez antes de enviar.

Para que você possa evitar esses embaraços, entrevistamos nossa chef Claudia Klein, que também é mentora da Endeavor, e pedimos algumas dicas para um currículo alinhado com as normas da língua.

Errar não é nada bom, mas existe algum tipo de tolerância por parte dos gestores?

Dependendo do tipo e da quantidade de erros de digitação, quem avalia o CV pode perceber a pessoa como, por exemplo, desatenta ou descuidada com sua apresentação pessoal, ou como alguém que não possui boa capacidade de escrita. Avaliações que devemos nos preocupar em evitar.

Os erros mais inofensivos são aqueles em que ocorre a supressão de uma letra ou a troca por uma letra “vizinha” no teclado. Mas o uso do corretor pode levar a erros mais graves. Sem perceber, a substituição automática de uma palavra ou revisão de uma sentença podem comprometer o significado do que se deseja comunicar ou, o que é muito pior, gerar uma saia justa se a palavra adicionada resultar em um texto que não é adequado ao contexto ou “politicamente correto”.

Sabemos que erros fazem mal à carreira, mas até que ponto, efetivamente, eles podem prejudicar o candidato?

Erros de digitação podem prejudicar se aparecerem em quantidade excessiva, revelando falta de cuidado.

Um outro ponto é que um CV mal escrito, com organização e textos confusos, prejudica a interpretação de quem lê. Quem recebe um CV mal escrito para avaliar não identificará no texto aquilo que o candidato deseja comunicar sobre suas realizações e imagem profissional.

Há dicas para passar longe dos erros? E o que não pode ficar de fora de um bom currículo?

Em relação a possíveis erros de digitação, a recomendação é mesmo uma revisão cuidadosa do texto final. É uma boa oportunidade não só para identificar erros de digitação acidentais, mas também erros de português.

Alguns cuidados antes de escrever um CV:

– Identificar previamente o que deseja deixar como “marca” para quem ler o seu CV. Que impressões, características e habilidades gostaria que ficassem “gravadas” na cabeça de alguém que acabou de ler seu CV?

– Que objetivo profissional está interessado? Apresente essa informação logo no início do CV. A pessoa que for ler, “buscará” evidências da sua capacidade de entregar esse objetivo em cada informação que escrever. Isso nos leva à próxima dica.

– As realizações e experiências que escolher incluir no seu CV devem ser as mais relevantes, que apoiam os objetivos profissionais que apresentou. Caso tenha pouca experiência ou deseja mudar de área ou cargo e não tenha as experiências que comprovem sua capacidade de realizar o que objetiva, identifique experiências correlatas ou apresente situações em que você foi capaz de demonstrar as competências necessárias, mesmo que em outro contexto.

– Cada frase conta uma realização e deve ter início, meio e fim. De forma sintética você vai comunicando ao avaliador qual foi sua real contribuição para a iniciativa apresentada, o que você realizou, em que contexto e que resultados foram gerados.

O CV comunica sua trajetória passada, que os recrutadores lêem na busca de indícios que demonstrem aquilo que você pode vir a fazer, trajetória futura. Na maioria das vezes o CV “chega” antes de você ao destino desejado, abrindo ou fechando o caminho.

Para garantir que o CV avaliado abra caminhos, gerando o convite para a entrevista, muitos profissionais vêm recorrendo a apoio profissional para sua elaboração. Com ajuda de técnicas de coaching, aconselhamento de carreira e conhecimento do mercado, o profissional prepara um CV que, de forma mais efetiva, vai funcionar como uma peça de comunicação que contribui positivamente para a construção da sua imagem, profissional e pessoal.

Claudia Klein também contribuiu com o tema para uma matéria do Jornal do Commercio.

Mas lembre-se também que, mais que um currículo tecnicamente impecável, é fundamental saber contar a sua história de forma convincente e eficaz, como você pode ler nesse post. Saber se apresentar é importantíssimo.

E, claro, saiba sempre que pode contar com nossos serviços de coaching para elaborar um excelente currículo e se apresentar muito, mas muito bem ao mercado de trabalho. É só falar conosco.

Print Friendly
Facebook Twitter Plusone Linkedin Email
Comentar

*

TV Salada

No items
whatsapp for pc free xbox live codes free psn codes horoskopi ditor elliptical machine igrice