Comédia e empreendedorismo

Comédia e empreendedorismo

Tina Fey e Amy Poehler, duas das humoristas mais bem sucedidas do mundo.

Vai empreender? Para isso você já sabe que é preciso criatividade, determinação, disciplina e, claro, que pode contar com o nosso apoio. Mas já parou para pensar que comediantes podem ser uma excelente fonte de inspiração?

Quem trouxe este pensamento para nós foi um cliente que está em busca do sonho de abrir seu próprio negócio e leu este post no Jornal do Empreendedor. Ele disse que se identificou bastante e resolvemos compartilhar também com você.

Afinal, o que será que empreendedores e comediantes têm tanto em comum?

Os dois lidam bem com o fracasso. As coisas deram errado? Tudo saiu do controle? Falhou? Você pode até sentar em um cantinho, se encolher e chorar, mas que bem isso vai trazer? O fracasso pode ser tão – ou até mais! – enriquecedor quanto o sucesso. Um comediante, ao fazer uma piada que não arranca risos do seu público, busca identificar os problemas dela, como torná-la mais engraçada ou mesmo considera trocá-la por outra melhor. Afinal, é caindo que se aprende a levantar. Que lições você pode tirar de cada revés?

Escritório tradicional? Será? Aquela máxima que prega “10% de inspiração e 90% de transpiração” pode até ser verdade, mas convenhamos: você não vai ter como transformar uma ideia em ação sem antes tê-la. Se você consegue ter boas ideias em uma baia de escritório, ótimo, mas será que um pouco mais de independência não pode ser bom para estimular seu raciocínio e criatividade? Siga seu próprio caminho.

Você acha que um comediante que não conheça bem o seu público vai conseguir gargalhadas? Antes de fazer um show em uma nova cidade, por exemplo, é natural que o humorista pesquise as particularidades desse povo, o que aconteceu recentemente em âmbito local, e trabalhe firme para extrair graça disso tudo. Conhecendo o público, é possível entregar um trabalho mais assertivo e personalizado. Para um empreendedor, é o mesmo: que produto ou serviço você pode oferecer que vá conquistar o público?

É preciso dedicação. Muita. Lembra quando falamos sobre a importância de aprender com os fracassos? Dificilmente alguém já nasce engraçado e fazendo todo mundo rir: é preciso aprender a dar o tom certo para cada piada, pensando em cada situação, cada tipo de pessoa que vai estar assistindo, tudo. Da mesma forma, dificilmente você vai chegar ao sucesso num piscar de olhos. Mas não vale desistir no primeiro tropeço. Use cada erro em favor do seu sonho.

Conheça nosso Programa Salada Corporativa de Coaching para Empreendedores e fale conosco para saber como podemos te apoiar nessa jornada tão importante.

Está na hora de você empreender?

Está na hora de você empreender

Você está no momento certo para migrar para o empreendedorismo?

Vontade pode até não faltar, mas será que está na hora certa para você entrar para o mundo do empreendedorismo? Muitos de nossos clientes se sentem inseguros para tomar essa decisão e, em seus processos de coaching, chegam a alguns insights que podem ajudar você também a saber se é hora ou não de empreender.

Responda com sinceridade e reflexão as perguntas a seguir. Tome o tempo que for necessário para pensar nas suas respostas e tire suas conclusões. Elas vão te ajudar a decidir.

Você se sente bem sem certezas na vida? Empreendedores não têm salário garantido no fim do mês, nem benefícios, nem sabem quando vão lucrar mais ou menos ou até ficar submersos em dívidas. O início da vida empreendedora é uma montanha russa cheia de altos e baixos. Você saberia lidar com essas incertezas?

E a sua disciplina, como vai? Você tem autocontrole suficiente para fazer as suas tarefas sem que ninguém cobre? Consegue estipular as próprias metas e cumpri-las no prazo que você determinou? Não adianta esperar que as coisas caem do céu. Você tem que se disciplinar e fazê-las acontecer.

Sua saúde está em dia? Nas convenções do mundo corporativo, se você acordar com indisposição numa manhã de segunda, alguém provavelmente poderia te substituir no seu trabalho ou então você compensaria as horas perdidas durante a semana. Já no empreendedorismo, cada hora que você passa de cama se recuperando pode ser uma chance perdida de encontrar – e criar! – novas oportunidades. Pessoas empreendedoras precisam cuidar do organismo.

O que você faz é o que você ama? E você faz isso bem? Não adianta ter uma ideia brilhante e lucrativa se ela não for te fazer feliz, afinal, no empreendedorismo você vai respirar essa tal ideia. Da mesma forma, não adianta morrer de amores por um ideal se não souber como extrair sustento dele. É preciso encontrar o equilíbrio.

Trabalho em equipe te agrada? Você pode até começar sem a ajuda de ninguém, mas para empreender, é preciso se relacionar. E quanto mais a sua empresa crescer, mais pessoas estarão ao seu redor. Saber trabalhar em time e, mais ainda, gostar disso, é fundamental.

E você? Quer ter seus próprios insights? Então conheça nosso Programa Salada Corporativa de Coaching para Empreendedores. Será um prazer te dar apoio na realização do seu sonho profissional. Fale com a gente!

Do mundo corporativo à empresa própria

Do mundo corporativo à empresa própria

Você pode tomar uma decisão poderosa dessas?

Fazer a transição do mundo corporativo para o empreendedorismo é um grande passo, uma poderosa transformação nos rumos da sua vida profissional. Não é uma decisão fácil, que se tome de um dia para o outro, mas um caminho que se trilha aos poucos, respeitando seu tempo e agindo para seguir seu sonho e vocação.

Muitos de nossos clientes pensam em jogar o trabalho pro alto e abrir a própria empresa. Mas calma, apesar de essa ser uma vontade comum, há algo que percebemos em todos eles: as coisas não são tão simples quanto podem parecer. É preciso ter certeza de querer fazer esta migração e quanto mais experiência e capital – seja financeiro, seja social – você tiver acumulado, melhor.

“Nunca é uma decisão fácil,” conta nossa chef Claudia Klein para a jornalista Karla Spotorno na matéria “Chegou a hora?”, publicada na edição de jun/jul de 2014 da revista Você RH. É preciso ter em mente que você provavelmente não vai começar ganhando o equivalente ao salário que tinha se acostumado e que as pessoas vão julgar, perguntar, desacreditar. “Você precisa fortalecer seu ego para não ficar suscetível à avaliação dos outros,” recomenda Claudia.

Isso ocorre especialmente quando você já tem, graças à trajetória profissional já trilhada, uma vida bem estruturada. É comum que as pessoas reajam com espanto à decisão de trocar essa estabilidade pelas águas incertas do empreendedorismo. “Você mudou; as pessoas, não. Elas o avaliam de acordo com as variáveis de sucesso a que estão acostumadas,” explica Claudia, que antes era Diretora de Recursos Humanos da L’Oréal.

E aí? Você se sente confortável com a ideia de trocar a segurança pelo risco? Para se conhecer bem, descobrir qual é realmente o seu sonho e como você pode realizá-lo, conheça nossos serviços de coaching. Saiba como podemos ajudar você a alcançar o seu máximo potencial e conquistar o sucesso.

Para ler a matéria completa, clique aqui ou confira os scans abaixo.

CK-VocêRH-01

CK-VocêRH-02

CK-VocêRH-03

CK-VocêRH-04

Para ser grande

Para ser grande

Você é uma pessoa destinada à grandeza?

Você quer alcançar o estado de grandeza?

O que é, para você, ser grande?

Tire seu tempo e pense com calma nessas duas questões. Pensou? Respondeu? Temos uma boa notícia para você: é possível ser grande e as chances de você já estar trilhando esse caminho são maiores do que você pensa. Notamos em nossos clientes alguns sinais que indicam que eles estão destinados à grandeza. Será que você também? Vamos ver cada um deles e descobrir.

Sonho. Como você se imagina daqui a cinco, dez, vinte anos? Ter um sonho, uma visão, é o primeiro passo para grandes conquistas. Afinal, é dessa forma que você sabe aonde quer chegar e pode estruturar um plano estratégico para alcançar este resultado.

Preparação. Construiu o roteiro para realizar o seu sonho? Ótimo. Mas se você tem em mente que obstáculos podem – e vão! – surgir em seu caminho e está se preparando para isso, já tem mais chances de ser uma pessoa bem sucedida. Como as coisas nem sempre saem de acordo com o esperado, é bom ter um plano B, C, D…

Curiosidade. Como isso funciona? Quem é aquela pessoa que conseguiu? Será que ela pode me ajudar? Onde há mais chances de sucesso? Por que fazer dessa forma e não daquela? Se a sua mente pipoca de perguntas e você se fascina pela busca por respostas que as satisfaçam, você vai ter uma visão de mundo mais ampla e, consequentemente, enxergar diversas oportunidades e benefícios onde a maioria das pessoas não vê nada de bom. Ser curioso pode fazer muito bem para a sua carreira.

Confiança. Se você confia no seu taco e sabe que seu destino guarda grandes coisas, está muitos passos à frente de muita gente por aí. Pessoas destinadas ao sucesso nutrem uma pequena, saudável, dose de arrogância. Não é para ser alguém metido, mas encher o peito para dizer “eu vou conseguir realizar o meu sonho” ajuda bastante – e até inspira admiração nos outros, de repente até gente que possa e queira te ajudar.

Determinação. Saber que falhas fazem parte do trajeto e é possível aprender com os erros impede que esses contratempos te derrubem. Qual é o seu grau de comprometimento e determinação com a sua causa? Quanto maior, melhor.

E aí? Você é uma pessoa destinada a ser grande? Nós podemos ajudar você a cumprir o seu destino de sucesso. Entre em contato e saiba como.

No trânsito, mas produzindo

No trânsito, mas produzindo

O tempo que você leva de casa para o trabalho e vice-versa pode ser produtivo. Saiba como!

Seja indo para o trabalho, seja voltando… Se tem algo que nos atrapalha e nos faz perder tempo, é o trânsito das grandes cidades. Cada vez mais engarrafadas, com o serviço de transporte super saturado, horas de nossos dias são desperdiçadas. Mas será que tem que ser assim? Não temos o poder para solucionar o caos dos transportes urbanos, mas com certeza temos meios para que eles não sejam espaços inúteis em nossas agendas diárias.

Essa reflexão é comum em quase todos os nossos clientes e até em nós mesmos, aqui da Salada Corporativa. Mas aprendemos a usar esse tempo que passamos presos nos engarrafamentos para algo útil. Vamos ver algumas atitudes que você pode adotar, inspiradas em nossos próprios insights e de alguns clientes?

Se você ainda não cadastrou seu email profissional em seu smartphone, considere esta ideia: em vez de perder horas no trânsito, você pode usar esse tempo para ler e responder e-mails pelo celular. Uma boa ajuda é se cadastrar em um sistema de nuvem – aquelas plataformas como o Google Drive e o Drop Box, que permitem que você armazene arquivos em seus servidores e possa acessá-los quando e onde quiser.

Crie listas. Está indo para o trabalho? Enumere as principais atividades que você precisa realizar no dia. Está voltando para casa? Já pense nas metas do dia seguinte.

Precisa resolver algo pelo telefone? Ligue para a pessoa e resolva.

Você tem que ler aquele livro que te ensina a fazer apresentações melhores? Talvez estudar uma apostila para aquele projeto mais específico? A leitura é sempre uma boa forma de fazer bom uso do seu tempo.

E quanto àquele vídeo motivacional? Você pode passar arquivos de vídeo para o celular e assistir no caminho para o escritório. Instalar aplicativos de vídeo, como o YouTube, também é uma boa dica.

Aprimorar o uso do seu tempo também é empreendedorismo. Quer saber como? Fale conosco e conheça nosso programa de Coaching para Empreendedores, uma excelente metodologia para você se conhecer melhor e estimular o seu potencial de desenvolvimento – incluindo administração do tempo.

Prêmio ISTOÉ Empresas Mais Conscientes

Prêmio ISTOÉ Empresas Mais Conscientes

Premiação reconhecerá empresas em transição para uma nova forma de se fazer negócios no Brasil.

“Não ser apenas as melhores empresas do mundo, mas as melhores para o mundo.” A sua empresa se identifica com este lema? Ele é o norte da B Lab, organização que será responsável por avaliar companhias candidatas ao Prêmio ISTOÉ Empresas Mais Conscientes.

Realizada pela primeira vez este ano, a premiação visa identificar e reconhecer empresas que melhor estão realizando uma transição para uma nova forma de fazer negócios no Brasil, com base em um capitalismo consciente.

Em meio a tantas crises econômicas, sociais e ambientais, é fundamental repensar o valor das empresas para o mundo. A sua quer apenas ser a melhor ou, mais ainda, fazer do mundo um lugar melhor? Se você impulsiona um novo formato de desenvolvimento, inscreva-se no prêmio!

As inscrições podem ser feitas até 18 de julho. Pequena, média ou grande empresa, o importante é trabalhar para a construção de um mundo melhor. Para mais informações e preencher o cadastro de inscrição, acesse o site oficial clicando aqui.

A Salada Corporativa apoia essa ideia!

Enfrente o fracasso

Enfrente o fracaso

É caindo que se aprende a levantar. Saiba como usar o fracasso a seu favor.

Determinação. Essa é uma palavra fundamental para que você tire do papel aquela ideia que ama e tire lucro dela. Você tem a possibilidade e o direito de desistir logo no primeiro obstáculo? Sim. Mas a desistência é a pior das derrotas, pois vem de dentro. Por que você duvidaria da sua própria capacidade? Empreender é, também, cultivar um certo nível de teimosia. Fracassou? Tente outra vez.

É bastante provável que você enfrente grandes desafios, especialmente no começo. Quem disse que empreendedorismo é fácil? Mas também não é o fim do mundo. Pode ter certeza: empreender é perfeitamente possível.

Se tem uma coisa que nossos clientes empreendedores têm em comum, é o medo de fracassar. Ora, aquele ditado que prega que “é preciso cair para aprender a levantar” não vem do nada. Você pode dar alguns tropeços, pode perder algumas batalhas, mas e daí? Vai deixar que isso te impeça de viver o trabalho dos seus sonhos?

Fracassar faz parte. É com o fracasso que você aprende que caminhos não tomar e como fazer decisões mais acertadas. O fracasso pode te fortalecer, basta que você saiba extrair algum benefício dele. E essa é uma especialidade nossa: ajudar você a encarar situações que te incomodem com outros olhares, pontos de vista diferenciados, de forma que você enxergue o lado bom em tudo e saiba como usar isso para crescer e chegar mais perto dos seus objetivos.

Enfrentar o fracasso é um dos diversos benefícios que você pode usufruir nos contratando. Conheça nosso programa de coaching para empreendedores. Fale conosco e saiba como podemos te ajudar.

Espaços bem utilizados

Espaços bem utilizados

Organizar o seu ambiente de trabalho pode aumentar a sua produtividade.

Semana passada um cliente nos apresentou um problema bem interessante e que você pode se identificar. Empreendedor, ele tinha acabado de alugar uma sala para a sua empresa e, em meio à burocracia e todas as questões que dificultam o início de uma trajetória empreendedora, estava deixando refletir no local – e, consequentemente, na imagem que seria passada para quem fosse lá – a bagunça que estava dentro de si. Um ambiente desorganizado pode dificultar as coisas para a mente e vice-versa.

Durante as sessões de coaching, ele chegou à conclusão que uma boa utilização do espaço que se tem disponível é a chave para manter a organização e, consequentemente, a calma e a produtividade. Você concorda? O que acha de tentar aplicar este conceito na sua vida para ver se ele causa impactos positivos?

Pensando nisso, selecionamos algumas dicas que podem ser muito úteis para ajudar você a tirar o máximo proveito do seu ambiente. Vamos dar uma olhada?!

Aqueles espaços embaixo de escadas podem render bons armários embutidos e até mesmo escrivaninhas. Corredores, quando não são muito estreitos, também podem abrigar prateleiras e armários, ampliando seu leque de opções para organizar o que precisa ser guardado.

Um bom posicionamento dos móveis também pode fazer toda a diferença. Se a sua mesa ficar de frente para uma janela, por exemplo, você provavelmente vai se distrair. Colocar itens como gabinetes e impressoras mais perto da pessoa que mais os usará também faz mais sentido e pode até aumentar a produtividade.

E se você pensa que é só dispor bem os móveis, se engana. Uma boa organização dos objetos cotidianos pode fazer toda a diferença. Procure deixar os itens mais usados em locais de fácil acesso. Aqueles que são de pouco uso podem ir para as gavetas de baixo ou prateleiras mais altas.

Eficiência e a organização estão nos detalhes. Quais são as suas dicas? Conte para a gente! E se precisar de alguém que te ajude a encontrar dentro de si as soluções de organização e uma série de outras questões que você tenha, conte com nossa equipe de coaches. Conheça nosso Cardápio de Serviços e entre em contato!

Ponha a mão na massa

Ponha a mão na massa

Você prefere observar ou ser parte dos momentos?

Você tem sonhos, não é mesmo? Mas está fazendo algo para transformá-los em realidade ou simplesmente espera que milagres caiam do céu? Pois temos uma coisa para falar para você – e nem precisávamos ter experiência em desenvolvimento profissional para isso: para atingir algum resultado, seja ele qual for, é preciso agir.

Vamos pensar um pouco sobre isso? Recentemente nos deparamos com uma história bastante interessante. Um de nossos clientes foi assistir a um jogo de futebol de seu filho na escola. Como qualquer pai, ele tirou fotos. Mas nos momentos decisivos, como quando o garoto estava prestes a marcar um gol, ele deixava de lado o que quer que estivesse segurando, levantava e torcia, aplaudia, assobiava. Nesses momentos ele disse que os outros pais pouco faziam: todos mais ocupados em tirar fotos e mexer em seus celulares do que efetivamente prestando atenção no desempenho dos filhos. Apenas ele e talvez mais dois ou três pais estavam lá realmente para dar uma força aos filhos, não só tirar fotos.

Ora, veja bem: foto por foto, todo mundo hoje em dia tira várias, de qualquer coisa. Ele depois pediu as fotos de outros pais e conseguiu algumas de seu filho melhores que as dele mesmo. Ou seja, ele conseguiu registros do momento. E, mais que muitos pais, conseguiu o que realmente foi fazer: torcer pelo filho.

O que você pode aprender com isso?

Primeiro, ele soube lidar com as distrações – câmera e celular – e até usá-las a seu favor, tudo sem perder o foco no objetivo principal: ver o filho jogar. Mais que isso, ele ajudou a elevar a confiança do garoto, demonstrando que estava ali por ele.

Em vez de ser um mero observador, acompanhando tudo que acontece pelo celular ou tela da câmera, ele estava lá de verdade, vivenciando o momento e tirando o máximo proveito.

Como você pode adaptar isso para o seu trabalho? Para as suas ambições? Para a sua vida?

Vale a pena refletir a respeito.

A zona de conforto é uma prisão

A zona de conforto é uma prisão

Até que ponto ficar dentro da sua zona de conforto é bom para você?

Você está confortável fazendo o que faz? Seu cargo, suas responsabilidades, sua rotina… Você está bem com o seu dia a dia? Tenha em mente que se você faz tudo automaticamente isso não significa necessariamente que você está feliz. Muitas vezes nos acostumamos com coisas que não nos dão alegria. É um conformismo que barra o nosso crescimento.

Semana passada tivemos um caso assim aqui na Salada Corporativa. Uma de nossas clientes tinha uma excelente posição no mercado de trabalho, realizava todas as suas tarefas com maestria e era referência em sua área de atuação. Mas um dia ela percebeu que não estava feliz. E aí? Como lidar com isso?

Fazendo bem suas atribuições, ela se prendeu a isso e começou a crescer dentro dessa bolha que estava sob seu domínio. Quando você tem um trabalho que sabe fazer bem e ele proporciona uma vida estável, é difícil perceber que isso pode não ser necessariamente o que é melhor para você. É a chamada zona de conforto. Se está tudo dando certo, para que mudar? Ora, para ser feliz! Para acordar rindo à toa!

O que você pode fazer a partir desse exato momento para trazer mais felicidade à sua vida? Saia do automático. Saia da sua zona de conforto. O seu sucesso pode até estar dentro dela, mas e se não estiver? Vai acenar de longe? Não tenha medo de ousar.

Essa é a reflexão que propomos para esse início de semana. Se precisar daquela ajudinha para encontrar as melhores formas de mudar a sua vida, pode contar com a gente.

E aí? Você está na sua zona de conforto ou perseguindo seus sonhos fora dela?

TV Salada

Entrevista com Accioly Lopes - Parte 1 - Salada Corporativa

Entrevista com Accioly Lopes - Parte 1 - Salada Corporativa

Acesse a TV Salada no YouTube: Entrevistas, Eventos e Dicas de Lazer como você nunca viu!